Cerveja Petra

Como é feito o Dry Hopping

Vimos anteriormente o que é Dry Hopping. Agora vamos conhecer como essa técnica é executada. O Dry Hopping pode ser realizado de três formas: por adição dos lúpulos no fermentador primário, por adição no fermentador secundário ou por adição no barril. Conheça as vantagens e desvantagens

Continue lendo...

A Cerveja na Idade Média

Foi durante a Idade Média (também chamada de Era Medieval) que a produção e o consumo de cerveja tiveram um grande impulso, especialmente por causa da influência dos mosteiros. Esses locais passaram a melhorar tecnicamente a bebida, além de produzir e vender a cerveja. Mas não

Continue lendo...

Dry Hopping

Você sabe o que é Dry Hopping? Segundo o Beer Judge Certification Program (BJCP), programa para formação e certificação de juízes de concursos cervejeiros, chamamos de Dry Hopping ‘a adição de lúpulo durante a maturação da cerveja, na fase fria do processo, para acrescentar aroma ao produto

Continue lendo...

Os diversos tipos de maltes

Dizem que a única coisa pior que uma cervejaria sem malte é um bar sem cerveja. A importância do malte, retratada nesse ditado, acontece porque os seus aspectos como aroma, sabor e até aparência influenciam as características finais da cerveja. Por isso é fundamental conhecer

Continue lendo...

Entendendo o Uso do Lúpulo

Conforme vimos no texto sobre Amargor e Aroma os alfa ácidos, que indicam a potência do lúpulo, quando adicionados na fervura, passam por um processo chamado isomerização. Nesse momento, ocorre uma transformação onde esses ácidos conferem o amargor a cerveja. Quanto mais tempo os lúpulos

Continue lendo...

Os diversos aspectos da maltagem

Como vimos no texto anterior, a maltagem é o processo de conversão do cereal em malte. Durante a maltagem, o processo de secagem e de torrefação determina a cor (quanto mais torrado o malte, mais escura a cerveja), o aroma (caramelo, chocolate, café, etc.) e algumas outras características importantes do produto

Continue lendo...