Cerveja Petra

Malte, a estrela fundamental

O malte é um dos ingredientes básicos para a produção de cervejas, juntamente com o lúpulo e a água. Responsável por fornecer nutrientes e açúcares, a escolha do malte também influencia nas características da cerveja, como o aroma, o sabor e a cor.

Antes de se tornar malte, o grão é um cereal comum. Quando este cereal é germinado e secado, ele se transforma em malte. Esse processo se chama maltagem, e dura cerca de oito dias, passando por diversas etapas. Vale a pena frisar que uma dessas fases, a secagem, é que desenvolve os compostos que associamos ao aroma agradável do malte.

Existem vários tipos de maltes, mas é importante saber que, quando ele tem origem da cevada, é chamado apenas de malte. Se sua origem vier de outro cereal, ele será chamado pela palavra malte acrescentando o nome do cereal como, por exemplo, Malte de Trigo.

Sua combinação correta determina a cor final, o sabor, a sensação na boca, o corpo e o aroma na cerveja. O malte mais torrado produz cervejas de coloração mais escura. Já os maltes menos torrados produzem as cervejas claras. O Brasil já possui uma boa safra de maltes, porém, a Alemanha ainda é referência neste assunto. O malte usado para produzir todos os tipos de Petra é importado.

Com informações de: Sindicerv (Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja)

Cerveja Petra

Petra é uma cerveja que respeita à tradição das melhores escolas cervejeiras mundiais.

Comentários (0)

Publicar Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.